domingo, 8 de agosto de 2010

Palhaços Maléficos



Ecos batendo em portas trancadas
Todas as gargalhadas do passado
Eu prefiro viver pelas ruas
Do que nesta memória assombrada

Já chamei os caras da mudança,
as camareiras
Vamos tentar exorcizar este lugar
Carregue meu colchão para o quintal
Castelo de cartas em queda

Costumava ser uma casa de diversão
Mas agora está cheio de palhaços maléficos
É hora de começar a contagem regressiva
Eu vou queimar tudo... tudo, tudo, tudo
Eu vou queimar tudo.

Eu estou engatinhando pelas portas da dúvida
Minha chave não acha mais minha fechadura
Trocarei as cortinas
Quebrarei os pratos
Acharei um novo lugar
Queime essa merda toda.

Porque estou prestes a me mudar.
Mudar de vida.
Mudar de lugar.
Mudar de dor.
Porque esta... Esta sempre irá continuar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário